O fã snobe foi ver os Arctic Monkeys

10:22

Eu já fui do género «eu ouvia isto antes do que tu». Também já fui do tipo de pessoas que não partilhava a banda que tinha acabado de descobrir porque queria sentir que só eu é que ouvia aquilo. Também já me revoltei quando a banda ficou mainstream. E também já fiquei triste por não poder ir aos concertos mas a criançada estava lá batida. 
E depois fiz 15 anos.



Os Arctic Monkeys passaram pelo Alive (festival de verão Português) e post sim, post não sobre o concerto, só via criticas porque estava muita gente nova no recinto, que só «devem conhecer os singles». 
Vamos lá ver uma coisa: 
E DAÍ? Não podem ir ver o concerto? Só quem conhece a ordem de musicas de trás para a frente no álbum X é que pode? 
Se a canalhada ouve (inserir nome de banda super famosa entre os teenagers), são ridicularizados. Se ouvem outra banda a fugir desse género, são crucificados por serem  «demasiado novos».

Mais:
esta gente nova está numa fase de descobertas e ir ao concerto com amigos, quer conheçam a banda ou não, é brutal! É uma noite de loucura e liberdade. É uma nova experiência! E todo o ambiente de um concerto é do (desculpem mas tem de ser) CARALHO! 
Estão de cabelos de pé só porque acham que a criançada está ali porque é «moda»? E se for por isso? Deviam ser proibidos de lá entrar? Se calhar até estão ali só para dizer que foram ao Alive. Ou se calhar não, sabe-se lá. Mas imaginemos que sim: eles não podem, depois de ver e ouvir o concerto, passar a gostar da banda? Eh pá, não sei...vamos lá pensar um bocadinho...

Outra coisa: 
mesmo se conhecerem uma ou duas musicas, eles estão ali, e não vão ter a tentação de passar o álbum todo à frente só para ouvir aquele Hit. Não! Eles vão ouvir tudo, do inicio ao fim.
Além disso: os festivais, concertos e tudo mais, não foram criados para que o artista mostrasse a sua arte?? É que se não fosse estes eventos, a arte não saia do papel, não saia do quarto, não saia da cabeça do criador!! - e estou aqui a falar de um termo de vista histórico, bem antes da Internet e outros meios de comunicação.
Já para não falar que a banda está-se a f*der para se o fã tem 10 anos ou 80, o que interessa é que o trabalho deles está a ser reconhecido e que (visão mais realista da coisa) estão a ganhar muito dinheirinho com aquilo.
Depois ainda me disseram, numa discussão sobre o assunto, que «se fosse artista queria que a minha arte fosse consumida por pessoas com dois dedos de testa». OI? Mas a maturidade mede-se por idades? É preciso ter maturidade para apreciar X banda ou Y artista? E o gosto pela arte também se mede pela idade? Desta não sabia. Vou já pedir desculpa de tão mal que me sinto perante tal falha minha...upa upa!

Vamos tirar do contexto para ver como a situação é estúpida:
não sabes a ordem cronológica dos quadros do Van Gogh, nem sabes onde nasceu, nem nada do género, mas conheces o Noite Estrelada, certo? Esse quadro está num museu perto de ti? Queres ir ver? Boa! Viste esse quadro e tantos outros igualmente magníficos, não foi? Brutal! Mas olha, lamento informar-te mas aposto que nesse mesmo museu haviam snobes da arte a bufar e a dizer/pensar: «olhem para estes, a ocupar espaço num museu só para ver um quadro. Ridículo.»
Então, continuam com a mesma opinião?
E só mesmo para concluir: as únicas crianças aqui foram todos os que mais se preocuparam em adivinhar idades do que apreciar o concerto. Garanto-vos que eles se divertiram BEM mais do que vocês.
Fãs presunçosos só deviam existir até aos 15. Agora de 20 para cima? ... eh pá, cresçam.



Sabiam que a Mania da Cisma já está no Facebook?
Faz like e acompanha todas as novidades por lá:

You Might Also Like

20 Comments

  1. Tens toda a razão! E eu andei o dia todo deprimida por não ter ido :'(

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. nem me digas nada. já é a milésima vez que os perco :(

      Eliminar
  2. Saudades de você!!! Espero que esteja melhor... Bom, sabe que eu nunca fui em um show? Esse ano eu queria muito ir num show de uma banda que eu amo e que vai vir para o Brasil, mas o ingresso é muito caro e eu preferi viajar para o Uruguai, mas enfim, eu acho que música não tem idade, e que as pessoas não deviam ficar cuidando da vida alheia, as pessoas tem o direito de gostarem do que quiserem (que seja 1 música ou o álbum todo)... quando eu tinha 8 anos gostava de Shakespeare! (claro que todo mundo zoava comigo, mas eu não ligava, eu entendia o que ele escrevia, as pessoas que me zoavam não), quando eu tinha 11 ouvia música de "adultos", muito rock, e adorava, e diziam que eu era muito nova pra ouvir essas coisas. Hoje eu tenho 28 e ouço bandas de "adolescentes" e lá vem gente criticar porque eu ouço banda de criancinha. E sabe de uma coisa? Eu nem ligo, eu me divirto pra caramba com as minhas músicas, adoro adolescentes e crianças se divertindo e acho que os adultos que ainda não aprenderam que se divertir como criança faz parte de uma vida saudável, deveriam mudar de opinião! Beijos.

    http://gotinhasesperanca.blogspot.com.br

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. hahahah igual!
      também sempre ouvi e li o que mais ninguém ouvia e lia.
      e agora oiço de tudo, incluindo o mais comercial/popular de sempre e nem me importo!
      tem momento para tudo e essas musicas existem para se encaixar nesses mesmos momentos :D
      e olha, acho a viagem bem mais enriquecedora do que ir a um show, por isso fizeste uma boa troca ;P
      beijinho

      Eliminar
  3. Nunca fui a um concerto ou festival, mas até tenho curiosidade. Gostava de ter ido ao Alive o cartaz estava bestial.

    ResponderEliminar
  4. Subscrevo. Gostar de uma banda não depende da idade. Depende do gosto pessoal, mais nada. E se essas pessoas gostassem realmente da banda não queriam saber quem eram as outras pessoas que a ouviam. Limitavam-se a ouvir. Por exemplo, eu adoro a Lea Michele mesmo sabendo que há grupos de facebook feitos por adolescentes parecidos aqueles que existem para o Bieber ou para os 1D. O que me interessa isso? Eu gosto mesmo é da cantora. O resto passa-me ao lado.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E é isso mesmo: se gostas, gostas. Mais ninguém tem com isso. é o TEU gosto!
      mas eh pá, na altura que escrevi este post ouvi tanta M que me passei hahaha

      Eliminar
  5. Não sabia dessa polémica toda. Não ligo nada ao Alive. :p

    R: Na altura que aconteceu, fugi. Agora não podia ter uma pessoa melhor ao meu lado. Não um rapaz, mas um homem com verdadeiros valores. :)

    xx
    troughthelace.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  6. Ahahaha fartei-me de rir xD e essa analogia com os quadros foi brutal a sério!!!


    *Beijinhos*
    Caty<3
    http://myfairytale4.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. ainda bem :D
      e obrigada querida haha!
      beijinho

      Eliminar
  7. Disseste tudo! Então não pagamos todos o mesmo para ir ao concerto? Eu estive lá e depois no youtube também li muitos comentários desse género, e é verdade que dava para ver que quase ninguém cantava as músicas mais antigas, mas e depois? Os Arctic Monkeys não pareceram chateados, não sei porque haveria mais alguém de se chatear xD

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. eles querem lá saber se cantam ou não. eles sabem que há fãs fies e que sabem essas mais antigas, assim como tbm sabem que vão receber o seu ($$$) no final, com ou sem esses fãs presentes ;p hahahaha é a lei da vida!

      Eliminar
  8. Faço minhas todas as tuas palavras!!! :D

    ResponderEliminar