Update da Cisma #2 + novo projecto

21:06


Sabem aquelas listas do 101 coisas para fazer em 1001 dias?
Estou a fazer uma dessas. Nos próximos dias devo ter a lista concluída e publico no blog! :)
Parecendo que não, «101-coisas-ainda-são-muitas-coisas-por-isso-tenho-muitas-coisas-para-pensar».





Entretanto, um pequeno update da Cisma:
Fui hoje finalmente ao Hospital por causa disto. Turns out fiz um dano qualquer na coluna e mexeu com o sistema nervoso e até voltar ao normal, pode demorar «mil e uma semanas». Até lá vou tomar um relaxante de não-sei-quê para ajudar.
Nos «entretantos» o médico falou comigo sobre a ansiedade e lá «vendeu o seu peixe» e disse que não ia conseguir acabar com os ataques de pânico sem medicação. Achei um bocado fatalista, mas entende-se o comentário dele. É médico, acredita na sua «arte»... mas eu para medicação, como explicar, ... só as quero como último recurso. Deixem-me lá tentar a Psicóloga primeiro e depois vê-se! Pode ser?




You Might Also Like

20 Comments

  1. Também sou assim, a medicação é MESMO o último recurso

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. não dizem que é «tudo psicológico»? então bora tratar esse psicológico. Tem lógica , não? também só como ultimo recurso lá vou ;) obrigada pelo comentário! Beijinho e as melhoras! Força!!

      Eliminar
  2. Não gosto de falar com os médicos em geral sobre a ansiedade porque a conversa deles é sempre a mesma... Resolve com medicação e eu não concordo nada com isso.
    Alias a minha ansiedade tem sido tratada sem medicação (só mesmo em extremos casos la tomo um victan) a psicoterapia está ajudar-me muito. Está tudo na nossa cabeça... E ninguém melhor que nós mesmos para cuidarmos dela ;) Espero que tenhas uma boa química com o psicólogo...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. eu entendi o que o médico quis dizer, está a vender o seu peixe e acredita na medicina e tudo mais, normal. realmente há uma explicação química para estes ataques que podem ser equilibrados com medicamentos. Sei de casos que foram tratados com medicação e estão hoje bem, mas porra, cada caso é um caso e eu quero tentar sem medicação primeiro. entendes? a ver como isto corre! Obrigada pelo comentário querida :) Beijinho

      Eliminar
  3. Fazes tu muito bem, quanto menos químicos melhor :) As melhoras!

    ResponderEliminar
  4. Vim aqui parar sem querer, por acaso.. Mas depois de ler este post e o teu separador "sobre mim", não podia passar sem te dar os parabéns! Parabéns pela força e pela coragem... Porque partilhar nem sempre é fácil e também merece ser reconhecido!
    Estou neste momento no primeiro ano do mestrado de psicologia clínica, e fico feliz de te ver escrever assim sobre a psicologia!
    Um beijinho querida *
    http://allaboutmakemehappy.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. ah obrigada :) foram muitos anos sem falar sobre o assunto e acho que um blog é o melhor...assim as pessoas com o mesmo problema que eu, não se sentem tão só :) Força no curso e és sempre bem-vinda por aqui!

      beijinho*

      Eliminar
  5. sabes de uma coisa?!? ... TU consegues TUDO! é só querer ;) :*

    ResponderEliminar
  6. Eu também sou assim com a medicação!

    ResponderEliminar
  7. Também existem consultas de psicoterapia mas são muito caras. Também eu tenho os teus sintomas, já tomei os tais medicamentos mas neste momento deixei, estou a tentar vencer sozinha.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. és nova por cá :) sê bem-vinda! regressa sempre que quiseres!!
      eu tenho mais medicamentos para tomar (ansioliticos e anti depressivos) mas tenho medo :/ havemos de conseguir sem eles! Força!! Beijinho*

      Eliminar
  8. Obrigada por passares pelo meu :) passei por aqui e gostei, também vou ficar! *

    Quanto ao post, acho que tens razão, então primeiro a psicologia ("falar" faz bem) e depois sim, se não resultar enxarca-te com os medicamentos!!
    *

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada :)

      também acho que é o correcto. a ver vamos :)

      Eliminar
  9. Cheguei a tentar fazer esse desafio mas sabes o que é que foi mesmoooo difícil? Definir as 101 coisas :) Boa sorte!

    ResponderEliminar
  10. Eu tomei medicação, não todos os dias, em situações de SOS, em situações em que eu sabia que era possivel ter um ataque de ansiedade. Não sabes o milagre que faz teres aquele comprido sempre no bolso, não quer dizer que o tomes, simplesmente dá muita segurança. Eu levava os comprimidos para todoooo lado e 90% das vezes nunca o tomei. Tal como tu eu era contra a medicação e por isso tentei tudo, desde da psicologia ás medicinas alternativas, tudo ajudou. Posso dizer que o que mais me ajudou foi o Yoga, a partir do mento em que consegui controlar a respiração e a tranquilizar-me foi sempre a melhorar. Quando já estava saturada disto, sedi aos comprimidos em SOS, bendito VIctan! agora já saio de casa sem eles, mas olha que se for de viagem, se for a algum concerto ou um sitio com muita gente nc me esqueço dele. No meu caso eu comecei a pensar se faria pior a medicação ou a agitação constante que eu sofria, eu preferi a medicação em SOS. Cmg resultou bastante.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. compreendo-te bem, mas sabes, às vezes até acho que placebo resultava nos nossos casos hahah tomo passiflora, que é conhecido como calmante natural e tal, mas muito sinceramente, beeeeeem la no fundo, sei que não faz grande coisa. só que como ando sempre com ela na bolsa, já acalma e quando tomo em situações ditas sos, melhoro. entendes? eu vou ver se entro no yoga ainda este mês e depois conto como foi aqui no blog :) obrigada pelo teu comentário! Beijinhooo

      Eliminar